MATEMÁTICA ENSINA A SAIR DA "FORMA" EM LIVRO DE LITERATURA INFANTIL

capa.png

Sobre a
História

É possível utilizar a matemática para discutir temas presentes no dia a dia como inclusão,  diversidade e preconceito?  A escritora e pedagoga Liliane Mesquita mostra que sim. No livro Qual é a sua forma?, as formas geométricas ganham vida em uma história que explora a sensibilidade e a imaginação das crianças para fomentar o respeito às diferenças.

Dirigido especialmente para leitores em formação, de seis a dez anos, a obra conta a história de um círculo amarelo que precisa se disfarçar para ser aceito pelos moradores de UniCidade. Afinal, lá só viviam triângulos vermelhos e quadrados azuis. Era até difícil de distingui-los, tamanha a semelhança. O círculo amarelo sentia ser apenas mais uma forma repetida entre tantas outras, mas tinha medo da rejeição.

"Somente em casa podia libertar seu verdadeiro eu,
pois quem naquele lugar aceitaria um círculo
e ainda mais amarelo?!
O que as outras formas iriam pensar?
Era muito difícil e arriscado ser tão diferente de todo mundo."
(Qual é a sua forma?, p. 10)

Ao encarar a comunidade, expor seus sentimentos e decidir se mostrar para todos como é de verdade, o protagonista oferece a necessária reflexão para uma situação muito presente entre as crianças: o bullying. Com a leitura própria ou feita pelos pais ou cuidadores, Qual é a sua forma? também estimula reflexões que vão além do ambiente escolar, como o respeito às singularidades e o apoio incondicional a todas as formas de ser e sentir.